sábado, 3 de setembro de 2016

LUZ NO FIM DO TÚNEL


Há coisas que só acontecem em São Paulo, de fato isso é verdade, e uma das coisas que me chamaram a  atenção recentemente foi observar que a estação Paulista do metrô fica na estação Consolação, e a estação Consolação na Avenida Paulista, fato que achei um tanto curioso, mas enfim.  Dias depois mais uma vez fui pego de surpresa com uma placa onde há dois nomes de bairros um tanto inusitados! Em uma das esquinas  do famoso bairro Bela Vista que o nome por si só já diz tudo, me deparei com uma placa e duas setas indicando sentidos opostos, ambas as setas pareciam me perguntar! ⇐Liberdade ou Paraíso?⇒ Parei um momento e refleti um pouco, então concluir.

 "Num bairro chamado Bela Vista há uma placa que me pergunta para onde eu quero ir, Liberdade ou Paraíso? Qual a melhor escolha? Ambas me parecem de difícil escolha" Qual outro lugar no mundo que há algo assim, acho improvável, só em São Paulo mesmo. Como se não bastasse, em umas das minhas muitas idas e vindas do metrô paulistano, me deparo com algo ainda mais insólito! Eis que descendo as escadas que levam para o túnel do metrô da moderna e célebre linha amarela, onde há dois destinos distintos, e ambos são literalmente o fim da linha, as estações Butantã e Luz.

 Em meio as muitas pessoas apressadas ouço uma voz de uma moça dizer: - Nós vamos para qual sentido, Butantã ou Luz? A outra respondeu meio incerta: - Acho que para o sentindo Luz. Eu pensei comigo, elas estão precisando de uma luz, estão perdidas, coitadas! Foi aí que percebi a analogia com um tão dito ditado popular. "Uma luz no fim do túnel" para a minha surpresa percebi que a estação Luz da linha amarela do metrô, sem mentira alguma, está lá para quem quiser comprovar, realmente é a última estação no fim do túnel. Achei formidável!

Autor: Jostly

sexta-feira, 29 de julho de 2016

SINTONIA DE AMOR


Quando você não puder me ver
Eu desejo ser éter, para que me ouça.
Quando por perto eu não estiver
Eu desejo ser éter, para que  não me esqueça.

Quando você não puder me sentir
Eu desejo ser ar, para poder me tocar
Quando você não puder me ouvir
Eu desejo ser ar, e em seu ouvido sussurrar.

Quando em noites de inverno
Eu desejo ser fogo terno e,
 com meu calor quero te aquecer
Eu desejo ser fogo, para  você poder me ver.

E quando sentir sede dos meus beijos
Eu desejo ser água, para matar seu desejo.
Eu desejo ser água, para que feche os olhos
E em mim você possa mergulhar.

E quando estiver triste e seu chão faltar
Eu desejo ser terra, para em mim, você se apoiar.
E quando as lágrimas encharcarem teus olhos
Eu desejo ser terra, para poder enxugá-los.

Autor: Jostly


quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

UTOPIA MATINAL


O sol se põe no horizonte
 Mais um dia que se vai...
A aurora resplandece
Mais um dia que se vem...

As memórias não se esvaem
Lembro-me do seu sorriso 
Dos seus beijos e abraços matinais 
Saudade do teu corpo  eloquente 

A lua revela-se no horizonte
 Mais uma noite que cai...
O sol raia ao amanhecer
Mais um dia que se vem...

 Preso em minhas fantasias
Incapaz de libertar-me desta utopia
 Careço de  sua companhia. 

Trancafiado em meus sonhos
com o coração tristonho
Neste vaivém dos dias..

Autor: Jostly


sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

ARROGANTE


"A bondade transparece nas faces das pessoas, tão quanto a arrogância"
Autor : jostly 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...