domingo, 16 de novembro de 2014

SEDE DE VOCÊ


Estou vivendo um dilema
Dum amor que me consome
A saudade sem dó bate n'alma
Assim, vou vivendo esta síndrome.

Meu desejo de ver-te, não quer cessar
A nostálgica saudade a me surrar
Em lágrimas meus olhos não afogariam
Se hoje eu pudesse te encontrar.

Correria em sua direção para abraçar-te
Meus agitados ânimos se acalmariam
Meu coração mais forte palpitaria
Se hoje eu pudesse beijar-te.

Meus olhos de tão felizes brilhariam
Nossos corpos num abraço se fundiriam
Nossos lábios sorridentes se tocariam
Se hoje eu pudesse ter você.

Minha tortura, finalmente iria findar
Minha alma em felicidade enalteceria
Minha libido como chamas arderia
Se hoje eu pudesse te amar.

Autor: Jostly

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...