domingo, 26 de janeiro de 2014

ALMA AFLITA


Não sei se é a música que ouço
Ou se é a saudade que sinto de ti
Talvez seja a certeza de que te perdi   
que aos poucos em lágrimas me desfaço.

 Só uma alma angustiada e saudosa
aflita e tristonha, seria capaz de compor
Tais versos de pura aflição penosa
que de tão triste, o coração quer clamor.

 Sinto-me só na companhia de tua imagem
Eternizada na mente e em meu coração
Sofro, ouvindo o vento que causa  friagem
que me arrepia, ouvindo essa melódica canção.

 Sinto os olhos escurecerem em minha face
como se eu passasse pelo vale das sombras
Morro, morro lentamente como se me esmiuçasse
Em meio a ventos fortes e gigantescas brumas.

Penso, sofro e choro, morro porque te perdi
Amo-te acima de tudo nesse mundo,
quanto mais penso em você, mais se afasta de mim.
Como se caísse num imenso abismo profundo.
Autor: Jostly

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...