segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

PALAVRAS AO VENTO



Não marca hora nem momento
pode ser de dia ou à noite
Palavras soltas ao vento
dói como golpes de açoite.

Não se sente os pés no chão
nem queremos acreditar
o amor de imensa ingratidão
copiosamente faz chorar.

Aquilo que machuca não se esquece
fica tatuado n'alma pra sempre
nenhum vislumbre de alívio, os olhos sentem
Quando um amor se vai, ele permanece.

Nos falta voz, o fôlego enfraquece
quando palavras soltas ao vento,
De lágrimas, os olhos escurecem
surpresa ingrata, um baque violento.

As palavras se calam, o sorriso entristece
o coração ora forte bate, ora bate lento
As lágrimas que caem, a boca umedece
quando são ditas palavras soltas ao vento.
Autor: Jostly

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...