segunda-feira, 25 de novembro de 2013

VOLÚPIA


Teu corpo sobre a cama inflama de tesão
coxas grossas, corpo implorando penetração
Entranhas úmidas, cheirando a excitação
desejo ardente queima como larva dum vulcão.

Seu corpo ferve no calor da paixão
ninfa insaciável entrando em erupção
Beijos e amassos, corpo contorce de desejo
felina selvagem, irresistível tentação.

Murmúrios, suor escorrendo, olhos revirados
Gemidos, sussurros ao pé do ouvido
Respiração ofegante, intenso libido
Quero morrer em teu corpo e fazer dele meu jazido.

Quero perder-me nas curvas do teu corpo
e me achar num vaivém delicioso
Quero entrar no seu vulcão ardiloso
e me queimar nas larvas do teu gozo.
Autor: Jostly

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...